Como ser contratado por um escritório de advocacia

Como ser contratado por um escritório de advocacia

O advogado que souber como ser contratado por um escritório de advocacia abre as portar para várias oportunidades na carreira. Mediante a tantas possibilidades, o importante é focar em com o que e como se deseja trabalhar.

Embora abrir o próprio escritório de advocacia possa trazer maior flexibilidade para o  dia a dia, essa nem sempre é a primeira opção de muitos advogados. Especialmente os recém-formados.

A segurança de ter o nome profissional vinculado a um escritório já consolidado, principalmente se for um de renome, é o que muitos advogados buscam. Mas, como ser contratado por um escritório de advocacia?

Esta é a resposta que você vai encontrar a seguir.

Recomendações de como ser contratado por um escritório de advocacia

1. Dê atenção ao seu currículo

O currículo é uma velha ferramenta, ainda muito necessário nos tempos de hoje para novas contratações. Independentemente de ele ser enviado por e-mail ou cadastrado completamento no software de retenção de talentos do próprio escritório de advocacia, ele precisa estar claro, conciso e ser bem elaborado.

Lembre-se que o currículo é como sua carta de apresentação. Ou seja, o que ele conter é o que fará o recrutador do escritório chamar você para a entrevista. Então, todas as suas habilidades profissionais e pessoais precisam estar descritas de uma forma facilmente compreensível no documento.

Certifique-se de que todas as informações foram preenchidas corretamente e de que nada do que considera importante ficou de fora. Caso seja possível, peça para outra pessoa conferi-lo e fazer suas considerações. Assim, é mais fácil saber onde é preciso fazer ajustes.

2. Olhe para o seu LinkedIn com carinho

É difícil, hoje em dia, não ser solicitado o LinkedIn do candidato a uma vaga de trabalho. Portanto, olhe para o seu LinkedIn com carinho.

Ele está bem atualizado? Ótimo.

Faz tempo que você não o acessa? Então, antes mesmo de enviar o currículo, dedique um tempo a atualizá-lo.

Não tem um LinkedIn? Chegou a hora de ter.

É possível que o escritório possua um departamento de Recursos Humanos próprio ou que conte com o suporte de uma empresa especializada. Qualquer que seja o caso, podem haver pessoas que realizam busca ativa. E um dos locais de busca é o LinkedIn.

Sem contar que as conexões que o LinkedIn possibilita são uma ótima oportunidade para fazer networking. Sendo assim, aproveite a oportunidade que essa rede pode lhe trazer.

3. Prepare-se para a entrevista

Atualmente, os coachs estão muito em alta. Contudo, mesmo com essa ajuda, as pessoas continuam candidatando-se a vagas com as quais não se sentem conectadas ou chegam sem o mínimo preparo para a entrevista de emprego. Não há como ser contratado por um escritório de advocacia dessa maneira.

Tem tempo para preparar-se para a entrevista? Ótimo, faça isso! Não tem tempo para preparar-se para a entrevista? Tente encontrar espaço para fazê-lo. Afinal, fazer a lição de casa sobre o local em que se quer passar, no mínimo, oito horas do dia é o básico.

Antes de mais nada, estude sobre o escritório de advocacia. Quem são os sócios? Quem fundou? A quanto tempo atua no mercado? Em qual área do Direito mais se destaca? Quem são os principais clientes? Quantos advogados possui? Qual foi a causa de maior destaque ou de sucesso? Qual foi a que teve menos resultado? Por quê?

Essas informações podem não necessariamente ser questionadas na entrevista. Entretanto, elas podem ser citadas no meio da conversa. Quando surgir uma oportunidade, naturalmente, para citar alguma delas, quem estiver realizando a entrevista vai notar que você realmente tem interesse e está dedicado ao escritório. Só não provoque o compartilhamento dessas informações apenas para mostrar que você sabe tudo a respeito do negócio. Dessa forma, o efeito pode ser o oposto.

4. Faça o básico bem feito

Em toda dica sobre entrevista de empregos, esta orientação é dada: chegue antes do horário marcado. Isso parece óbvio, mas a questão é que é pouco levado a sério. No entanto, advogados tem que considerar isso um ponto importante. Porque é muito fácil para quem for entrevistá-lo se perguntar: se ele está atrasado para a entrevista, como será quando tiver de ir a uma audiência?

Evite julgamentos prévios estando no lugar marcado um pouco antes ou avise a quem entrou em contato com você sobre um possível atraso. Até porque, imprevistos sempre podem acontecer no caminho. Isso também conta pontos a seu favor porque mostra que você está ciente e, mais que isso, importa-se.

Como está a sua aparência para a entrevista? O escritório de advocacia pode não ser um ambiente formal, ainda assim, demonstre que você segue o padrão vestindo-se adequadamente.

Além disso, em tempos em que o telefone é usado para tudo, menos para atender ligações, deixe-o de lado durante a sua entrevista. A não ser que você saiba que algo muito urgente pode surgir naquele momento, mantenha-o desligado e guardado. Agora, caso permanecer com o aparelho seja imprescindível, explique a situação. Diga que você vai permanecer com o telefone próximo, porém no modo vibra call, devido à situação que se apresenta.

Por último, deixe a conversa fluir e quando for questionado sobre experiências anteriores, destaque o que vivenciou de positivo, os desafios que conseguiu superar. Evite ao máximo falar mal dos ambientes de trabalho pelos quais já passou e as pessoas com quem conviveu.

Também não caia na tentação de falar de forma técnica se o momento não exige isso. Clareza, o uso correto do português e falas sem gírias são mais que suficientes para estabelecer uma boa comunicação.

Enfim, agora que você já sabe quais são as ferramentas necesárias para ter como ser contratado por um escritório de advocacia, coloque-as em prática e volte para nos contar como foi essa experiência. Outras pessoas podem ter essa mesma curiosidade e você também pode ajudá-las deixando um comentário. 😉

 

Deixe seu comentário

cofrevirtual@softplan.com.br | +55 48 3027-8000
© 2018 Cofre Virtual - Todos os Direitos Reservados
Uma iniciativa

Notice: Undefined index: total_count_position in /home/cofrev/public_html/cofrevirtual/blog/wp-content/plugins/social-pug/inc/functions-frontend.php on line 46
shares