O certificado digital surgiu como um meio seguro para assinar documentos digitalmente. Mas, para usá-lo, é preciso instalar o certificado digital. Não importa se ele é uma certificação do tipo A1 ou A3.

Esse passo da instalação é, basicamente, o terceiro passo para quem adquire o certificado digital de forma convencional. Antes, é preciso que o advogado finalize a compra e conclua a validação presencial.

Já advogados que compram o certificado digital de uma solução que mantém a certificação protegida na nuvem, não precisam se preocupar em instalar o certificado digital. Os principais motivos serão abordados mais para a frente no texto. Por enquanto, vamos focar em entender quando é preciso instalar o certificado digital e em como fazer isso.

Quando é necessário instalar o certificado digital?

Todo advogado que adquire um certificado digital, seja do tipo A 1 ou A3, ou seja, tem a certificação armazenada tanto em um smart card ou token quanto no computador, precisa se preocupar com a instalação do certificado. Para realizá-la, é preciso acessar a página da Autoridade Certificadora (AC) destinada a auxiliar na instalação e seguir as orientações que constam nela.

Em resumo, primeiro, é preciso selecionar o tipo de certificado a que o programa a ser instalado se destina. Os passos seguintes são diferentes para o certificado A1 e A3.

Instalação do certificado digital do tipo A3

Geralmente, a página já reconhece automaticamente o sistema operacional do computador em que o certificado vai ser instalado, e também o navegador da internet em que o acesso é realizado.

Então, só é preciso confirmar qual é o tipo de dispositivo físico em que o certificado está salvo – token ou smart card. Com isso, já é possível iniciar o download dos arquivos de instalação.

É importante lembrar de que não é necessário conectar a leitora de cartão ao computador para realizar a instalação dos programas, caso o dispositivo de armazenamento do certificado digital necessite de uma leitora de cartão.

Também é preciso aceitar os termos e condições para avançar na instalação e concluí-la.

Ao final, como saber se o certificado digital está funcionando? Há ACs que disponibilizam um teste online para verificar o funcionamento, após o advogado instalar o certificado digital. Mas, para que seja possível fazer o teste, o token ou a leitora, com o smart card, precisam estar conectados ao computador. E, ainda, a página da Autoridade Certificadora tem de estar aberta no navegador da internet, na área destinada para teste. Caso a AC não detenha essa sessão no site, não há como testar o certificado digital.

Para concluir o teste, é preciso informar a senha – PUK – da certificação. Caso a mensagem a seguir não informe que o certificado está instalado e já pode ser usado, o advogado deve entrar em contato com a Autoridade Certificadora para identificar qual é o possível problema e resolvê-lo.

Instalação do certificado digital do tipo A1

Depois de informar que o certificado para o qual está sendo realizada a instalação é do tipo A1, é preciso indicar qual é o sistema operacional do computador.

Essa informação é importante porque se o computador operar com o sistema Linux ou Mac OS, o advogado terá de ir por um caminho diferente de quem trabalha com o Windows. Ele terá de instalar o certificado, primeiro, em um computador com Windows. Na sequência, exportar o certificado para, posteriormente, importá-lo no computador com operação Linux ou MAC OS.

Após a seleção do sistema, inicia-se o download do Assistente do Certificado Digital e a instalação em si. No fim do processo, é preciso reiniciar o computador. E embora pareça, esse não é o passo final.

Por isso, feita a reinicialização, é preciso localizar o programa do Certificado Digital que foi instalado. Alguns, aparecem já na tela inicial do computador. Logo que o programa é encontrado, deve ser executado. O indicado é selecionar a execução como administrador. Os próximos passos são para instalar e armazenar o A1 no computador.

Normalmente, é solicitado que se preencham mais alguns campos. Um deles é a senha, definida no momento da validação presencial do certificado digital. Por último, algumas ACs permitem que seja feito o teste do certificado digital, a partir do próprio programa. A instalação é considerada como correta se surgir na tela um recado de que o teste foi feito com sucesso. Sem isso, é possível que seja necessário o advogado entrar em contato com a Autoridade pela qual foi emitido o certificado para entender porque o teste não foi concluído com sucesso.

Dependendo do nível de desenvolvimento tecnológico da Autoridade Certificadora, é possível fazer o backup do certificado digital recentemente instalado. Isso permite ao advogado, aliás, usar o certificado quando for necessário trocar o computador de trabalho. A certificação pode ser salva em qualquer lugar de preferência do profissional do Direito. Até mesmo em um pen drive ou HD externo.

Uma preocupação pertinente, já que nunca se sabe o que pode acontecer com um computador. Contudo, essa alternativa não existe no caso do certificado digital do tipo A3. O que fazer, então?

Uma solução pode ser armazenar o certificado digital em um ambiente online, que dispensa a instalação de programas complexos, preocupação com sistemas operacionais e backup.

Você pode armazenar o seu certificado digital na nuvem!

Ferramentas como o Cofre Virtual eliminam o peso do advogado em ter de se preocupar com as questões enumeradas acima. A única ação a ser executada por ele é concluir a compra pelo site e realizar a validação presencial, quando opta por esse tipo de solução.

A partir da aquisição do certificado digital pelo Cofre Virtual, o advogado não precisa se preocupar com a instalação de qualquer programa no computador. Nem se o certificado digital vai funcionar no sistema operacional da máquina em que está habituado a trabalhar.

Isto porque a solução opera, sem qualquer problema, no sistema Linux, Mac OS e Windows. Ou seja, não existe a necessidade de exportar e importar o certificado digital do tipo A1 de um computador para o outro. Com o certificado salvo na nuvem, o advogado consegue acessá-lo de qualquer computador, independentemente do sistema operacional que ele utilize.

Para facilitar o uso em qualquer máquina, o advogado tem o auxílio do Gerenciador de Certificados do Cofre Virtual. Basta fazer o download na máquina em uso, que é rápido, para poder assinar a petição inicial e enviá-la ao Tribunal, por exemplo. O vídeo mostra como essa instalação pode ser feita sem qualquer dificuldade.

Para conhecer mais vantagens do Cofre Virtual, faça o download desta apresentação e deixe-se guiar pelos benefícios do Cofre Virtual.