A possibilidade de poder fazer muitas das atividades diárias em ambiente online mudou vários dos nossos hábitos. Até como consumimos ou oferecemos certos serviços. Ser um advogado virtual encaixa-se perfeitamente nesse cenário. Afinal, frente a essas mudanças, tornou-se quase uma exigência encontrar novas maneiras de exercer o Direito. Especialmente em função do dinamismo que os próprios clientes esperam por viverem conectados. Quer um exemplo? Por que pedir para o cliente ir até o escritório para fazer a cópia de um documento se ele pode tirar uma foto e encaminhar por e-mail? Sem precisar se deslocar? A foto e a cópia feita na fotocopiadora não são a mesma coisa?…