Os tokens para advogados são os dispositivos físicos usados para  armazenar o certificado digital. Eles se assemelham a um pen drive, mas não é um pen drive de fato. Também podem ser parecidos com um cartão de banco (smart card), contudo, atende a uma finalidade bem distinta e exige o uso de uma leitora de cartão. Já o armazenamento na nuvem do certificado digital é uma solução online que dispensa o uso de qualquer dispositivo físico. A forma mais clara de exemplificar é o Google Drive. Tudo pode ser salvo ali e acessado a qualquer momento: documentos, fotos, arquivos de diversos formatos. Uma plataforma em nuvem para o certificado digital faz o mesmo, porém, com um objetivo muito específico: guardar, de forma segura, em ambiente virtual, apenas o certificado digital.

São formas distintas de armazenar o certificado digital que trazem tantos benefícios quanto desvantagens. Dependendo do objetivo do profissional de advocacia, usar um dos tokens para advogados pode ser menos interessante do que contratar uma plataforma para realizar o armazenamento do certificado digital na nuvem. Os tópicos a seguir podem ajudar nessa avaliação.

Vantagens e desvantagens em usar tokens para advogados

Os tokens para advogados (tanto o que se parece com um pen drive quanto o smart card) são utilizados para armazenar apenas o certificado digital do tipo A3. Os certificados do tipo A1 são arquivados diretamente no computador do detentor do certificado. Essa diferenciação existe porque os níveis de criptografia e proteção das informações não são os mesmos. Os do certificado digital do tipo A3 são mais seguros e, portanto, necessitam de um hardware para guardar as chaves criptográficas.

Os advogados precisam tomar muito cuidado para que esse dispositivo não se perca. A semelhança com um pen drive faz com que ele possa ser facilmente confundido como um e ser pego por um terceiro, por engano, para uso indevido.

Já a questão para os advogados que tem a possibilidade de utilizar o smart card é outra. Advogados precisam de mobilidade e caso surja a necessidade de assinar qualquer documento de onde estejam, precisam ter consigo o cartão e a leitora. Antes de sair, tem de conferir se estão com ambos. Pode acontecer dele estar com o smart card, porém ter esquecido de trazer consigo a leitora do cartão e vice-versa. Sem contar que, da mesmo forma que o pen drive, pode ser confundido com um cartão de banco e entregue por engano a outra pessoa.

Essas implicações não existem com o certificado digital do tipo A1 armazenado no computador. Utilizá-lo pode parecer mais simples e prático. Ainda assim, exige atenção. Primeiro porque sem o computador, o advogado não consegue assinar qualquer petição inicial. O mesmo ocorre no caso do pen drive e smart card. Sem eles, torna-se inviável assinar digitalmente qualquer documento. Mas o risco maior é perder o certificado digital do tipo A1 no caso de o computador ser afetado por algum erro de sistema.

Prós e contras em armazenar o certificado digital na nuvem

O armazenamento do certificado digital no ambiente online e seguro do Cofre Virtual evita ter de lidar com muitas das situações desvantajosas descritas acima. A manutenção do certificado salvo na nuvem não detém nenhuma restrição por parte de qualquer seccional da OAB no Brasil, por exemplo.

Para assinar uma peça jurídica, o advogado pode usar qualquer computador com acesso à internet. É tudo o que ele precisa para acessar o Cofre Virtual por meio do site, acessar o certificado digital e realizar a assinatura. Esse computador apenas precisa permitir a instalação do gerenciador do Cofre Virtual.

Uma vez armazenado na plataforma, o advogado estará com o certificado sempre em segurança. Mesmo que ele perca o computador, não será impedido de utilizar o mesmo certificado pelo tempo que ele for válido, já que o acesso não está atrelado ao computador, e sim ao Cofre Virtual, que mantém o certificado protegido na nuvem.

Outro transtorno relacionado ao certificado digital que o Cofre Virtual elimina são os relacionados aos danos que o computador pode sofrer. Caso ocorra qualquer pane, o certificado está protegido no ambiente online da plataforma.

A única possibilidade de o advogado não poder utilizar o Cofre Virtual é realmente se não tiver acesso a um computador com conexão à internet. De outra maneira, ele sempre terá o certificado digital à disposição a todo o momento que quiser ou precisar dispor dele.

Tem muito mais informações sobre o armazenamento do certificado digital na nuvem no e-book Serviço de armazenamento do certificado digital em ambiente online e seguro. Preencha o formulário abaixo para ler e saber mais. 😉